quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Ficha Limpa - Mania Suja

É no mínimo lamentável a cena que nos deparamos pelas ruas das cidades em todo o Brasil no último domingo, afinal, justamente no dia em que nos é proposto o ápice do exercício da cidadania, nos deparamos com ruas sujas, bueiros entupidos de “santinhos” (não sei porque é chamado popularmente assim, pois de santo, não tem nada), senhoras andando com cautela sobre o mar de papel com receio de escorregar e depender do serviço de saúde que tanto prometem melhorar. No pequeno trajeto, num espaço de 100 metros aproximadamente, enquanto caminhava até a “zona eleitoral” (outra coincidência nominal sugestiva), foi possível identificar pelo menos umas 12 pessoas fazendo “boca de urna” e tudo de forma descarada, andando mais um pouco (devagar para não escorregar), uma equipe de reportagem da TV local entrevistava eleitores e valorizava o “processo democrático” a que participamos. O processo eleitoral brasileiro com a urna eletrônica tão valorizado internamente, principalmente pela Rede Globo, estranhamente não é reconhecido fora do país. Ora pois, será que a urna não é tão confiável assim? No artigo de 21/09/2012 do jornalista Washington Novaes do “O Estado de São Paulo” são apontados países como Alemanha, México, Argentina, Peru, entre outros que a recusaram por identificar fragilidade no mecanismo tecnológico a serviço da democracia. É preciso rigor na fiscalização técnica do processo eleitoral brasileiro, pois se foi identificada a violação do painel eletrônico do senado em 2001, para favorecer a cassação de um adversário político (no caso Luiz Estevão), quiçá para a conquista de cargos públicos da relevância dos que elegemos. Fiquemos atentos,

Nenhum comentário:

Postar um comentário